Simples Nacional: Entenda como fica a volta dos tributos federais e a exclusão

20 de outubro, 2020

cloudged

Os donos de pequenos negócios que optaram por prorrogar os pagamentos dos tributos federais do Simples Nacional relativos aos meses de março, abril e maio, devem se atentar ao retorno dos vencimentos.

Após seis meses de prorrogação dos vencimentos, devido a pandemia do coronavírus, não há sinalização por parte do governo de um novo adiamento. Dessa forma, os tributos devem voltar a ser pagos a partir do dia 20.

“A partir deste mês de outubro vão ficar duas parcelas federais mensais: a da prorrogação e a do mês a vencer, e isso pode pesar no caixa das empresas”, alerta Jô Nascimento.

Como contrapartida, a Receita Federal anunciou que às micro e pequenas empresas inadimplentes com o Simples Nacional não serão excluídas do regime especial a partir de janeiro de 2021.

 O Fisco atendeu a pedido do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e decidiu suspender o processo de notificação e de expulsão do regime como forma de ajudar os pequenos negócios afetados pela pandemia do novo coronavírus.

É por isso que nesta quarta-feira, 14, às 15h, realizaremos um Webinar com a consultora tributária Jô Nascimento que vai falar sobre a suspensão da exclusão por débito e o retorno do vencimento dos tributos adiados.

Durante a transmissão, a especialista vai explicar as obrigatoriedades, vencimentos e aplicabilidade da exclusão.

*Fonte: contabeis.com.br

E-mail

contato@cloudged.com.br